Programação

Proposto por:

CIDADES ATRATIVAS, SUSTENTÁVEIS E INTELIGENTES: NOVOS MODELOS DE COOPERAÇÃO PARA A INOVAÇÃO

Data: 13 de novembro de 2012

APRESENTAÇÃO

Hoje mais da metade da população mundial vive em cidades. Eles são responsáveis por aproximadamente dois terços da energia usada, 60% de toda água consumida e 70% de todos os gases responsáveis pelo efeito estufa mundialmente. Em 2010, mais de 80% dos americanos e europeus viviam em cidades. Espera-se que em 2050 esse numero esteja em mais de 90%.

O desafio apresentado pelo desenvolvimento urbano sustentável é gigante e contraditório. Áreas urbanas são guiadas por desenvolvimento econômico e recebem muitos serviços públicos como a educação, cuidados médicos e transporte. Porém, isso é também associado com a degradação do ambiente, congestionamentos, exclusão social e econômica.

O bom funcionamento de cidades é uma base do desenvolvimento econômico de um país e crucial para o bem estar da sociedade. Cidades inteligentes, atraentes e sustentáveis estão procurando maneiras para melhorar suas infraestruturas para se tornar amigáveis ao meio ambiente, aumentar a qualidade de vida de seus moradores e ao mesmo tempo cortar custos.

A melhora da qualidade do ambiente urbano tornou-se um dos principais objetivos por parte dos decisores políticos. Tentar ter certeza de que as políticas urbanas são coerentes é um desafio. Há muitas instituições - setoriais e territoriais - com objetivos diferentes, e as políticas são muitas vezes realizadas de forma independente e com efeitos contraditórios.

Populações densas de pessoas devem ser organizadas de modo que:

• cidades continuem atraentes;
• haja tráfego funcional de redes;
• problemas ambientais sejam evitados;
• e o uso de recursos valiosos seja reduzido e o fornecimento de eletricidade e de água seja assegurado para todos os habitantes.

Existem inúmeras soluções possíveis para esses desafios, e são urgentemente necessários globalmente. Explorar essas oportunidades exige um novo nível de integração entre a política e as áreas de pesquisa e privada, bem como os operadores públicos.

O Open Innovation Center – Brasil é um evento de um dia que reunirá representantes do governo brasileiro (níveis federal, estadual e municipal) para interagir com a comunidade local e internacional de inovação aberta formada por executivos, empresários, pesquisadores, investidores, etc. para identificar novas formas de cooperação.

A QUEM SE DESTINA

Representantes federais, estaduais e municipais de organizações governamentais.

Operadores de departamentos de água, energia, tráfego, lixo e as companhias e fornecedores relacionados.

Pesquisadores de campo que se relacionam com desenvolvimento urbano, cientistas, empreendedores, representantes da indústria, investidores e representantes das comunidades.

Os participantes devem ser fluentes em português ou inglês (haverá tradução simultânea).

AGENDA

13:45 - 14:00 Credenciamento
14:00 - 14:30 Sessão de Abertura
Embaixador Magnus Robach, Embaixada da Suécia 
Embaixadora Carmen Ribeiro Moura, Chefe da Assessoria de Assuntos Internacionais, MCTI
Pontus de Laval, Vice-Presidente de Tecnologia, Saab AB e Presidente do Conselho, CISB
Bruno Rondani, Diretor Presidente, CISB
Karl Petersson, Swedish Institute
Cerimônia de Premiação, Student Competition
14:30 - 15:00 Cidades atrativas, sustentáveis e inteligentes: novos modelos de cooperação para a inovação
Cidades inteligente e atrativas
Prof. Carlos Leite - Universidade Mackenzie
15:00 - 15:40 Painel: A experiência sueca
Visual Arena: Criando um ambiente de visualização de classe mundial para a interação dos setores acadêmico, empresarial e governamental
Peter Öhman, Lindholmen Science Park -Suécia
Compreender as dependências urbanas: um requisito para cidades seguras, sustentáveis e atraentes
Per Becker, Lund University Centre for Risk Assessment and Management (LUCRAM) - Suécia
15:40 - 16:00 Coffee Break
16:00 - 17:30

Painel: Ações globais para o desenvolvimento urbano sustentável
Moderação: Prof. Carlos Leite, Universidade Mackenzie
Iniciativas para cidades emergentes e sustentáveis - o caso de Goiânia

Márcia Casseb, Banco Interamericano de Desenvolvimento -BID
Casos de empresas:
Saab AB: Saab em Cidades Futuro - Novas Ferramentas para a Tomada de Decisão
Bengt Andersson
Siemens: Green City Index and Sustainable Cities
Wikings Marcelo Messias
IBM: Smart Cities
Sergio Borger

17:30 - 18:00 Mesa redonda de encerramento
18:00 Coquetel

* Programa preliminar sujeito a alteração sem aviso prévio / Preliminary program subject to change without notice

PROPOSTO POR

O evento é uma atividade sem fins lucrativos proposto pelo CISB, seus membros e parceiros.

CUSTO DE PARTICIPAÇÃO

Durante o programa as instituições parceiras poderão expor seus produtos e serviços no expo lounge.
Contate: Ádiler Carolina Vilkas - adiler.vilkas@openinnovation.wiki.br.

Participações individuais:

CATEGORIA Até 8/11 No evento
Profissional não associado R$ 1.125,00 R$ 1.250,00
Profissional Associado à Instituição Apoiadora R$ 900,00 R$ 1.000,00
Professores de Ensino Superior e Estudantes de Mestrado ou Doutorado Acadêmico R$ 500,00 R$ 625,00

INSCRIÇÃO

Prazo para inscrição antecipada: 8 de novembro, 2012.

Mais Informações: carla.colonna@openinnovation.wiki.br

Confira as últimas edições do Boletim OIC:

» Novembro   » Outubro   » Setembro  » Ver todos

Receba os Boletins OIC.

» Ciência sem Fronteiras promoveu maior encontro de países e empresas já realizado desde seu lançamento
Nesta terça-feira, 13 de novembro, o programa Ciência sem Fronteiras, do Governo Federal, promoveu a maior reunião de países, empresas e organizações parceiras já realizada desde seu lançamento...


» Outras notícias