Programação

Proposto por:


ECOSSISTEMAS DE INOVAÇÃO: O PAPEL DAS UNIVERSIDADES, DOS PARQUES TECNOLÓGICOS, INCUBADORAS E CAPITAL SEMENTE

Data: 14 de novembro de 2012

APRESENTAÇÃO

As universidades de pesquisas possuem um importante papel como fonte de um conhecimento fundamental e relevância tecnológica industrial na economia moderna baseada em conhecimento. Levando isso em consideração, governos lançaram inúmeras iniciativas desde os anos 1970 para aproximar as universidades das inovações industriais.

Muitas dessas iniciativas procuraram estimular o desenvolvimento da economia local baseada em pesquisa acadêmica, por exemplo, criando parques científicos localizados perto de campus das universidades de pesquisa, apoiando incubadoras de negócios e fundos públicos de capital semente, e organizando outras formas de aproximar instituições que fazem essa ponte entre universidade e inovação industrial.

Seguindo essa tendência, de acordo com a Anprotec, o Brasil tem 90 iniciativas parques tecnológicos , sendo que 30  se encontram em operação. Também há  384 incubadoras e a maioria delas estão ligadas às universidades públicas ou privadas e aos municípios. Apesar desse crescente esforço mostrado pelas autoridades locais e federais junto às universidades, ainda há muito que ser feito para atrair parceiros industriais e privados, como investidores de estágio inicial.

Do mesmo modo, a relativamente nova Lei Brasileira da Inovação (10,973/2004) foi criada para melhorar o arcabouço legal que rege as parcerias público-privadas. Dentre outras coisas, a Lei de Inovação constituiu a marco legal para a criação dos Núcleos de Inovação Tecnológica das universidades públicas que tem a missão de gerir a propriedade intelectual gerada e promover a transferência de tecnologia para a indústria. Como resultado, o número de acordos entre a indústria e universidades federais e institutos de pesquisa tem aumentado nos últimos anos. Algumas empresas conseguiram desenvolver modelos de parcerias de sucesso com academias, sendo exemplos Petrobras, Embraer, Vale, Braskem e Natura.

No entanto, existem vários casos conturbados de parcerias e inúmeras questões que precisam ser amadurecidas ao se tratar de parcerias público-privadas, como integração de conhecimentos, apropriação de resultados, programas de financiamentos, escassez do tempo e compatibilidade cultural entre as instituições.

Além da dimensão local, cada vez mais observamos o crescimento do interesse em cooperação internacional e ecossistemas locais. Conceitos como o de soft landing para start-ups, internacionalização de arenas de inovação aberta, e combinação de financiamentos internacionais surgiram como ferramentas para prover a colaboração entre dois ecossistemas localizados em diferentes países.

O Centro de Open Innovation – Brasil está sediando um workshop de um dia que irá reunir representantes de países, academias, indústrias e especialistas internacionais para debater e promover novos tipos de parcerias e redes para a construção de ecossistemas de inovação e conectá-los em redes de inovação internacionais.

A QUEM SE DESTINA

Representantes de indústria, academia, governo; investidores de estágio inicial, parques científicos e gestores de incubadoras.

Este encontro será ministrado em portugês. Não haverá tradução simultânea.

AGENDA

08h30 Credenciamento
09h00 Abertura
09h10 Primeira Sessão - O papel das universidades, parques tecnológicos, incubadoras e capital semente
Moderação
: Ana Lúcia VitaleTorkomian, Professora, Universidade Federal de São Carlos

Apresentação Rubén Dario Sinisterra Millán, Presidente, Fortec
Apresentação Roberto Astor Moschetta, Anprotec
Apresentação Afonso Cozzi, Núcleo de Inovação, Fundação Dom Cabral
Apresentação Pablo Larrieux, Diretor de Inovação, Telefonica-Vivo
Apresentação José Antonio Silvério, Coordenador de Capacitação Tecnológica, MCTI
11h00 Coffee Break
11h20 Segunda Sessão - Perspectiva do Ecossistema Nacional: experiências e lições aprendidas
Moderação:
Afonso Cozzi, Núcleo de Inovação, Fundação Dom Cabral

Estudo de casos: o que aprendemos até o momento?
Parceria Empresariado, Incubadoras e Universidades
Alexandre Picchi Neves, IVP
A experiência do Criatec
Francisco Jardim, Gestor Regional São Paulo, Fundo Criatec
Case Mapa Digital do Rio
Andrea Bedeschi, Gerente de Relações Institucionais, Rio Negócios
Case Smart Fridge
Diego Garcez, Regional Business Manager, C.E.S.A.R.
12:20 Moderação: Carlos Arruda, Coordenador do Núcleo de Inovação, Fundação Dom Cabral 

Troca de experiências entre público participante e debatedores

Debatedores convidados:
Paulo Arruda, professor, Unicamp
Ado Jório de Vasconcelos, Diretor, CTIT/UFMG
Juan Carlos Sotuyo, Diretor superintendente, Fundação Parque Tecnológico Itaipu
Sr. Eduardo Rezende, Gerente de Desenvolvimento de Negócios da Fundação CERTI
Roberto Astor Moschetta, Diretor, Tecnopuc
13h00 Intervalo para almoço
14h00 Terceira Sessão - Novos modelos para a construção de ecossistemas de inovação
Moderação
: Roberto Astor Moschetta, Anprotec

Troca de experiências entre público participante e debatedores convidados em mesas redondas:


Coordenadores convidados das mesas de debates:
Carlos Alberto Costa, Presidente, Parque Tecnológico de Sorocaba
Rosely Caetano Silva, Cooperações e Contratos, Embraer
Adriano Jorge, Gerente de Redes e Parcerias para Inovação, Natura
Alexandre Picchi Neves, Diretor Presidente, Inova Venture Partners
Horacio Aragonés Forjaz, Diretor Geral , Parque Tecnológico São José dos Campos
15h00 Síntese dos coordenadores das mesas e dos moderadores de cada sessão
15h40 Encerramento e Coffee Break

* Programa preliminar sujeito a alteração sem aviso prévio / Preliminary program subject to change without notice

PROPOSTO POR

O evento é uma atividade sem fins lucrativos proposta pela Anprotec e Fortec.

CUSTO DE PARTICIPAÇÃO

Durante o programa as instituições parceiras poderão expor seus produtos e serviços no expo lounge.
Contate: Ádiler Carolina Vilkas - adiler.vilkas@openinnovation.wiki.br.

Participações individuais:

CATEGORIA Até 8/11 No evento
Profissional não associado R$ 1.125,00 R$ 1.250,00
Profissional Associado à Instituição Apoiadora R$ 900,00 R$ 1.000,00
Professores de Ensino Superior e Estudantes de Mestrado ou Doutorado Acadêmico R$ 500,00 R$ 625,00

INSCRIÇÃO

Prazo para inscrição antecipada: 8 de novembro, 2012.

Mais Informações: carla.colonna@openinnovation.wiki.br

Confira as últimas edições do Boletim OIC:

» Novembro   » Outubro   » Setembro  » Ver todos

Receba os Boletins OIC.

» Ciência sem Fronteiras promoveu maior encontro de países e empresas já realizado desde seu lançamento
Nesta terça-feira, 13 de novembro, o programa Ciência sem Fronteiras, do Governo Federal, promoveu a maior reunião de países, empresas e organizações parceiras já realizada desde seu lançamento...


» Outras notícias